Quinta-feira, 31 de Março de 2011
junco

 

 

 

 

 

> Em 1984 dei uma volta de junco. Adorei. Os homens do barco nunca tinham tido a bordo um "kwailô". As perguntas foram mais que muitas de parte a parte. No meio de tanto conhecimento novo, fiquei a saber que aqueles pescadores do junco eram os primeiros a detectar pela forma do vento soprar que haveria de vir por aí um tufão e logo regressavam a Macau. Ainda me lembro de uma pergunta que um daqueles homens de pele gasta pelo mar me fez: "Vocês portugueses estão a pensar ir-se embora algum dia?". Respondi: "Nunca!". Enganei-me redondamente, porque a traição à continuidade da presença portuguesa já tinha sido traçada em Lisboa e Pequim.

 


 


tags:

publicado por João Severino às 11:01
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

6 comentários:
De Bloom a 31 de Março de 2011 às 18:09
"traição à continuidade da presença portuguesa"?

Por acaso acha que tinhamos outra alternativa senão entregar a administração de Macau à China?


De João Severino a 31 de Março de 2011 às 22:07
Caro Bloom

A referência a "traição" significa que sem qualquer comunicação aos residentes de Macau, a decisão já tinha sido tomada secretamente há alguns anos.
Agradeço a sua visita a este blogue muito pessoal sem quaisquer pretensões a "emitir" história.


De Rui Barbosa a 31 de Março de 2011 às 21:56
Se formos analisar o estado miserável em que está este país e o estado impressionante em que está a economia de Macau depois da transição percebemos que Macau tomou o caminho certo.

Mal das gentes de Macau se tivessem continuado a ser governadas por esta cambada de incompetentes...


De Bloom a 1 de Abril de 2011 às 07:10
A declaração conjunta foi anunciada e assinada em 1987, 12 anos antes da transição.

Uma comunicação aos residentes de Macau com 12 anos de antecedência parece-me suficiente, não acha?

Além disso, muito antes de 1987 já todos sabiamos que um dia Macau teria de regressar à pátria chinesa (só não sabia quem não queria).

Não só por ser um território chinês (apenas administrado por nós), mas também porque esse destino ficou selado com os acontecimentos depois do 25 de Abril. Era só uma questão de tempo...


De João Severino a 1 de Abril de 2011 às 09:30
Com toda a sinceridade lhe digo que não estou virado para escrever sobre o que se passou desde 1975 nas relações entre Portugale e China.
É um processo demasiado triste para vir ao conhecimento público, quando pessoas que tinham a obrigação de se pronunciar não o fizeram até hoje.


De Joana a 1 de Abril de 2011 às 08:03
Caro Rui Barbosa, eu vivo em Macau à mais de 20 anos e infelizmente tenho de concordar consigo. Contra todas as expectativas e receios, nunca imaginei que Macau desse um salto tão impressionante desde a transição e chegasse a uma situação económica como a que existe hoje.

Isto enquanto Portugal lentamente enterrava-se na maior crise da sua história...

É triste mas é a mais pura realidade.


Comentar post

Macau pertenceu à administração portuguesa. Essa realidade faz parte dos registos históricos de uma nação que marcou presença nos quatro cantos do mundo. A Oriente, milhares de portugueses viveram como lhes foi possível. Em Macau, a continuidade lusa mantém-se, mas o passado foi muito significativo. Fiz parte desse passado de uma forma intensa. Portugueses, macaenses e chineses, conheci muitas centenas. De alguns guardei as fotografias que memorizam a vivência. Humanos e a urbe macaense completam um espólio fotográfico que possuo de mais de seis mil fotografias e outras mais que ainda devem estar em caixas por abrir. Neste sentido, resolvi ir publicando aqui neste MACAU PASSADO o espólio que for possível. Espero que vos agrade e que possam recordar Macau sem complexos, sem rancores e sem tibiezas. Macau sã assi...

João Eduardo Severino
.posts recentes

. pouca esperança

. hóquei em patins (3)

. leonel borralho

. fandango

. andré couto (2)

. assembleia legislativa (2...

. chá da manhã

. tordo

. alentejanos

. a amizade não tem preço

.arquivos

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds