Domingo, 15 de Agosto de 2010
jornalistas (3)


No tempo em que os jornalistas debatiam os seus problemas de classe, mesmo num território sui generis onde a administração nada tinha a ver com a soberania. Discutia-se, por exemplo, que os jornais tinham de realizar um esforço por uma maior independência, contrariando uma vivência baseada nas benesses do Governo através dos anúncios. Na imagem, em primeiro plano, o operador da RTP Armindo Mendes que haveria de filmar o encontro, o autor deste blogue no uso da palavra e atrás de si os colegas e amigos Pedro Sacco e Pedro Dá Mesquita, que ainda residem em Macau.

 




publicado por João Severino às 00:02
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar

Macau pertenceu à administração portuguesa. Essa realidade faz parte dos registos históricos de uma nação que marcou presença nos quatro cantos do mundo. A Oriente, milhares de portugueses viveram como lhes foi possível. Em Macau, a continuidade lusa mantém-se, mas o passado foi muito significativo. Fiz parte desse passado de uma forma intensa. Portugueses, macaenses e chineses, conheci muitas centenas. De alguns guardei as fotografias que memorizam a vivência. Humanos e a urbe macaense completam um espólio fotográfico que possuo de mais de seis mil fotografias e outras mais que ainda devem estar em caixas por abrir. Neste sentido, resolvi ir publicando aqui neste MACAU PASSADO o espólio que for possível. Espero que vos agrade e que possam recordar Macau sem complexos, sem rancores e sem tibiezas. Macau sã assi...

João Eduardo Severino
.posts recentes

. pouca esperança

. hóquei em patins (3)

. leonel borralho

. fandango

. andré couto (2)

. assembleia legislativa (2...

. chá da manhã

. tordo

. alentejanos

. a amizade não tem preço

.arquivos

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds