Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Macau Passado

Macau Passado

22
Ago10

mário soares

João Severino


Mário Soares deslocou-se mais de uma vez a Macau. Esta imagem remonta a tempos em que o governador Carlos Melancia ainda flutuava nas suas graças como Presidente da República. Ainda ninguém teve a coragem de esclarecer devidamente sobre a traição de que foi alvo o engenheiro Melancia, bem como os muitos interesses que teve Mário Soares em Macau.

 


21
Ago10

bilingue

João Severino


As imagens registam mais um aniversário do meu jornal "Macau Hoje", onde desde sempre fui pioneiro do bilinguismo laboral. O jornal chegou a ter um número maior de trabalhadores chineses que portugueses. Uma saudação especial para três deles que estiveram a meu lado de uma forma especial: João Paulo Borges, A Meng e Francisca Aurélio.

 


20
Ago10

landmark

João Severino

O empresário e ex-deputado David Chow Kam Fai sempre demonstrou a maior consideração pelo autor deste blogue, chegando ao ponto de o convidar para jantar na sua residência, onde se abordavam os temas mais candentes da vida sócio-política do território.
As imagens reportam-se à inauguração do complexo Landmark e onde dialoguei com Rita Santos sobre o futuro da Associação dos Trabalhadores da Função Pública (ATFPM) presidida por outro bom amigo e meu afilhado de casamento, o José Pereira Coutinho.

19
Ago10

jornalistas (4)

João Severino

Andersen Guimarães sempre foi um diplomata que soube dialogar com os jornalistas. Na imagem, com o autor deste blogue, Albino Pais, João Fernandes, Luís Ortet, Paulo Ramalheira, Meira Burguete e Gilberto Lopes.

 


18
Ago10

19.12.1999

João Severino


Na janela da Redacção do meu jornal sempre flutuou a Bandeira Portuguesa. Na noite de 19 de Dezembro de 1999, quando Portugal abandonou Macau, foi com as lágrimas nos olhos que procedi à retirada do símbolo máximo de Portugal na companhia de todos os trabalhadores do diário "Macau Hoje".

 


17
Ago10

benfica

João Severino


O santo, o "rei" dos benfiquistas, o alentejano, o patriota, muitos são os epítetos dispensados ao nosso amigo Santos, proprietário de um dos melhores restaurantes de culinária portuguesa no território e uma casa acolhedora com um ambiente totalmente português.

 


16
Ago10

karting

João Severino


A prática do Karting em Macau era um sonho há muito desejado pelos entusiastas da modalidade. A imagem mostra-nos o governador Rocha Vieira no local onde veio a ser construído o Kartódromo, em Coloane. O projecto foi da autoria do arquitecto Carlos Couto e neste dia histórico os entusiastas para que a modalidade fosse uma realidade no território estiveram representados por Mário Sin e pelo autor deste blogue.

 


15
Ago10

jornalistas (3)

João Severino


No tempo em que os jornalistas debatiam os seus problemas de classe, mesmo num território sui generis onde a administração nada tinha a ver com a soberania. Discutia-se, por exemplo, que os jornais tinham de realizar um esforço por uma maior independência, contrariando uma vivência baseada nas benesses do Governo através dos anúncios. Na imagem, em primeiro plano, o operador da RTP Armindo Mendes que haveria de filmar o encontro, o autor deste blogue no uso da palavra e atrás de si os colegas e amigos Pedro Sacco e Pedro Dá Mesquita, que ainda residem em Macau.

 


13
Ago10

guy lesquoy

João Severino


Guy Lesquoy e Nicolle. Dois dos melhores bailarinos que optaram por Macau. Vindos de França logo conquistaram a simpatia generalizada da comunidade. O Guy viria a ser um coreógrafo de excelência do espectáculo 'Crazy Paris Show', continuamente em cena no Hotel Lisboa, e um bom jogador de ténis e de futebol que deu cartas em muitos torneios locais. Para ele o meu grande abraço.

 


Mais sobre mim

foto do autor

Macau pertenceu à administração portuguesa. Essa realidade faz parte dos registos históricos de uma nação que marcou presença nos quatro cantos do mundo. A Oriente, milhares de portugueses viveram como lhes foi possível. Em Macau, a continuidade lusa mantém-se, mas o passado foi muito significativo. Fiz parte desse passado de uma forma intensa. Portugueses, macaenses e chineses, conheci muitas centenas. De alguns guardei as fotografias que memorizam a vivência. Humanos e a urbe macaense completam um espólio fotográfico que possuo de mais de seis mil fotografias e outras mais que ainda devem estar em caixas por abrir. Neste sentido, resolvi ir publicando aqui neste MACAU PASSADO o espólio que for possível. Espero que vos agrade e que possam recordar Macau sem complexos, sem rancores e sem tibiezas. Macau sã assi...

João Eduardo Severino

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D