Quinta-feira, 16 de Junho de 2011
noites do lisboa

 

 photo jotaesse

 

> Há as noites de Lisboa e as do Lisboa. Não têm nada a ver umas com as outras. Em Lisboa, vamos para as docas, Alfama, Praça da Alegria, Bairro Alto. No Lisboa vamos para o casino, para o restaurante, para a casa de penhores, para a sauna ou para a cama. São noites luminosas, onde os corredores do Lisboa mais parecem uma avenida de Hong Kong em hora de ponta pedestre. Quase todos os dias após fechar o jornal passava pelo Lisboa, onde me esperava uma bifana única e saborosa, com mostarda e picante, e uma cervejinha, normalmente na companhia do meu amigo António Sales. Depois de "ver as vistas" dirigia-me para casa. As noites do Lisboa são inesquecíveis para qualquer residente ou visitante de Macau. Pelo menos, eram...

 

 



publicado por João Severino às 02:06
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
partilhar


Macau pertenceu à administração portuguesa. Essa realidade faz parte dos registos históricos de uma nação que marcou presença nos quatro cantos do mundo. A Oriente, milhares de portugueses viveram como lhes foi possível. Em Macau, a continuidade lusa mantém-se, mas o passado foi muito significativo. Fiz parte desse passado de uma forma intensa. Portugueses, macaenses e chineses, conheci muitas centenas. De alguns guardei as fotografias que memorizam a vivência. Humanos e a urbe macaense completam um espólio fotográfico que possuo de mais de seis mil fotografias e outras mais que ainda devem estar em caixas por abrir. Neste sentido, resolvi ir publicando aqui neste MACAU PASSADO o espólio que for possível. Espero que vos agrade e que possam recordar Macau sem complexos, sem rancores e sem tibiezas. Macau sã assi...

João Eduardo Severino
.posts recentes

. noites do lisboa

.arquivos

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds