Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Macau Passado

Macau Passado

23
Set10

rádio macau (2)

João Severino


O autor deste blogue manteve vários programas a partir dos estúdios antigos da Rádio Macau. Um dos programas mais populares foi o "San Ma Lou", designação em chinês da artéria mais movimentada da cidade, a Avenida Almeida Ribeiro. Contudo, será interessante dizer que "San Ma Lou" não é a tradução directa de Almeida Ribeiro, mas sim "A rua dos cavalos" porque no antigamente era por aquela artéria que os cavalos circulavam para o transporte de mercadoria e de pessoas. A designação do programa "San Ma Lou" estava directamente ligada à variedade de produtos existentes nas muitas lojas da Avenida Almeida Ribeiro. Por esse motivo, o programa radiofónico inseria uma variedade de géneros musicais e muitas rubricas bem diferenciadas nos seus temas e nos convidados para entrevistar.

 


07
Set10

rádio (1)

João Severino


Durante muito tempo o autor deste blogue realizou um programa na Rádio Macau de nome "San Ma Lou". Pela primeira vez em Macau um programa de rádio foi apresentado ao vivo e em directo, com a supervisão técnica do saudoso profissional João Canedo. Aconteceu com o "San Ma Lou" e teve lugar no Largo do Senado, que esteve repleto de espectadores portugueses e chineses. E chineses por quê? Porque convidei para estarem ao meu lado os locutores da "Ou Mun Tin Toi" Heidi Ho e Paulo Chan (na imagem). Coincidências da vida: anos mais tarde, enquanto Heidi Ho viria a manter comigo a maior cordialidade na função de presidente do Instituto Cultural de Macau, Paulo Chan - sem ter a mínima ideia do que estava a fazer - viria a condenar-me em tribunal como magistrado do Ministério Público, num processo injusto de liberdade de imprensa.

 


Mais sobre mim

foto do autor

Macau pertenceu à administração portuguesa. Essa realidade faz parte dos registos históricos de uma nação que marcou presença nos quatro cantos do mundo. A Oriente, milhares de portugueses viveram como lhes foi possível. Em Macau, a continuidade lusa mantém-se, mas o passado foi muito significativo. Fiz parte desse passado de uma forma intensa. Portugueses, macaenses e chineses, conheci muitas centenas. De alguns guardei as fotografias que memorizam a vivência. Humanos e a urbe macaense completam um espólio fotográfico que possuo de mais de seis mil fotografias e outras mais que ainda devem estar em caixas por abrir. Neste sentido, resolvi ir publicando aqui neste MACAU PASSADO o espólio que for possível. Espero que vos agrade e que possam recordar Macau sem complexos, sem rancores e sem tibiezas. Macau sã assi...

João Eduardo Severino

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D